Unilever logo

Como proteger as crianças de vírus

As melhores dicas e conselhos para proteger crianças do coronavírus

Atualizado

Por Equipe Cleanipedia

A recente pandemia que assusta o mundo trouxe um alerta para aumentarmos os cuidados higiênicos para proteção contra o Covid-19. Mas esse alerta não diz respeito somente a nós: precisamos saber como proteger as crianças com cuidados especiais.

O que preciso saber sobre o coronavírus em crianças

Embora se saiba que as crianças podem pegar o coronavírus, na maioria dos casos os sintomas nos pequenos são leves. O que significa que precisamos ter ainda mais cuidado. Segundo a OMS - Organização Mundial da Saúde, os mais jovens são menos suscetíveis e têm menos riscos de se contrair a doença. Conversar com as crianças sobre isso é a melhor maneira de evitar que eles fiquem apavorados, sem saberem o que está acontecendo. Uma boa dica é ensiná-los sobre a prevenção do coronavírus:

Como proteger as crianças de vírus

  1. Lave as mãos regularmente

    Uma forma efetiva de proteger nossas crianças contra o coronavírus é ajudá-las a criar o hábito regular de lavar bem as mãos com água e sabão, lembrando-as sempre assim que chegar na escola; depois de assoar o nariz; depois de ir ao banheiro; antes de lanchar ou fazer uma refeição; logo que terminar de jogar bola ou outra brincadeira; e assim que chegar em casa.

  2. Lave as mãos de forma correta

    A OMS - Organização Mundial da Saúde aconselha lavar as mãos por, no mínimo, 20 segundos. Esfregue bem as duas mãos com sabão, sem se esquecer de lavar entre os dedos e polegares. Para ajudar as crianças, siga essas dicas.

    Primeiro, lave suas mãos na presença dos seus filhos - um bom exemplo vale mais do que mil palavras.

    Depois, acompanhe-os enquanto eles lavam as mãos, para verificar se eles entenderam como fazer da maneira correta.

    Para fazê-los lavar as mãos por, no mínimo, 20 segundos, cante “Parabéns pra você”, enquanto eles lavam as mãos, duas vezes.

    Ou seja criativo: escolha a música favorita dos seus filhos para cantar enquanto eles lavam as mãos, durante o tempo necessário.

  3. Pare de espalhar o coronavírus

    Como o coronavírus pode ser transmitido através das pequenas gotas existentes na tosse ou no espirro, uma atitude preventiva adequada é ensinar as crianças como cobrir o rosto quando for necessário tossir ou espirrar. Essas dicas são importantes:

    Cobrir boca e nariz com um lenço de papel ou com a manga da camisa quando for tossir ou espirrar.

    Jogar o lenço em uma lixeira e sempre lavar as mãos depois que tossir ou espirrar.

    Nunca tossir ou espirrar nas mãos.

    Evitar tocar o rosto, coçar os olhinhos, o nariz e a boca.

  4. Pense primeiro nas crianças

    Talvez não seja possível evitar toda situação social ou saídas de casa, mas sempre há maneiras mais seguras de se fazer as coisas. Você pode limitar a exposição de seus filhos ao coronavírus ao tomar as seguintes precauções:

    Evite lugares cheios de gente.

    Deixe brinquedos, ursinhos, cobertores ou paninhos favoritos em casa.

    Em vez de apertos de mão, ensine seus filhos saudações seguras para fazerem com os amiguinhos, como um “tchau” distante um do outro, mãozinhas unidas e um sorriso amigo, um aceno de cabeça ou o que a criatividade de vocês for capaz de criar.

    Mantenha suas crianças afastadas de qualquer pessoa que não esteja se sentindo bem, de pessoas que foram expostas de alguma maneira ou de quem esteja com sintomas de gripe.

    Se precisar sair de casa, deixe sua criança aos cuidados de outro adulto em vez de levá-la. As crianças têm mais facilidade de se esquecerem das recomendações ideais de higiene.

  5. Ajude a escola ou o berçário do seu filho

    Provavelmente, com os cuidados extras para lavar as mãos e outras práticas higiênicas, alguns itens podem ser necessários e bem-vindos na escola dos seus filhos para ajudar a mantê-los protegidos. São itens úteis, que podem ser doados: caixas ou saquinhos de lenços de papel; lenços umedecidos; álcool em gel; sabão líquido; e produtos de limpeza antibactericida.

  6. Prepare seu filho com um kit de prevenção

    Incentivar as crianças a permanecerem seguras é mais fácil quando elas têm à disposição um “cinto de utilidades” como um super-herói. Existem alguns itens de cuidados higiênicos de fácil acesso que podem ajudar: álcool em gel de bolso; pacote de lenços de papel; e garrafa e/ou copo de uso individual com seus personagens ou super-heróis favoritos.

  7. Mantenha-se informado e sempre converse com seu filho

    A pandemia é preocupante e o coronavírus tomou conta da nossa rotina. As crianças podem se sentir confusas ou assustadas porque não têm os mesmos mecanismos para se informarem como os adultos. Certifique-se de que suas fontes de informação sejam confiáveis antes de tomar medidas que atinjam sua família. Aconselhar seus filhos, agir de modo calmo com sua família, tirar as dúvidas das crianças e mantê-las bem informadas é a melhor maneira de vencermos essa batalha dentro da nossa própria casa. Essa é a melhor forma de proteção. A informação nesse artigo é precisa no momento da sua publicação. Entretanto, como a situação em torno do COVID-19 continua evoluindo, é possível que alguma orientação tenha sido alterada desde o momento da publicação. Enquanto Cleanipedia está tratando de manter nosso conteúdo o mais atualizado possível, nós recomendamos aos leitores a se manterem informados nas notícias e recomendações através do site do Ministério da Saúde e da OMS.

Publicado originalmente