Unilever

Desinfetante caseiro: receitas, benefícios e dicas de uso

Descubra como fazer desinfetante caseiro e o porquê de usá-lo em sua residência.

Atualizado

Garrafa com borrifador de desinfetante caseiro em cima da pia da cozinha

O desinfetante caseiro pode ser um grande aliado na higienização e limpeza de uma residência

Neste artigo, você aprenderá como fazer desinfetante caseiro e as vantagens de usá-lo em sua casa. Além disso, vamos dar  algumas dicas de como eliminar bactérias com eficácia a fim de manter a casa higienizada. Vamos começar?

1. Como fazer desinfetante caseiro

As receitas de desinfetantes caseiros a seguir contam com ingredientes simples e naturais. Esta primeira receita de desinfetante caseiro que contém apenas vinagre e água oxigenada, ou seja, rápida e fácil de fazer.

Receita de desinfetante caseiro com vinagre branco

  • Encha um frasco com capacidade de 600 ml e bico de pulverização com 250 ml de água.
  • Misture a mesma quantidade de vinagre branco.
  • Em outro frasco coloque 100 ml de água oxigenada a uma concentração de 3%.
  • Para desinfetar, borrife primeiro a água oxigenada e depois a solução de vinagre.

Caso você seja fã dos desinfetantes que deixam aquele cheirinho de limpeza, você também pode fazer a versão caseira com a sua essência favorita.

Receita de desinfetante caseiro com essência

  • Coloque 1,5 litro de água em um frasco ou garrafa PET.
  • Misture 20 ml de vinagre branco e 10 ml de detergente neutro.
  • Finalize com 10 a 15 gotas da essência que preferir (lavanda e limão são incríveis!)

Você também pode testar a receita de desinfetante caseiro a seguir, mas sempre tomando as devidas precauções. Não se esqueça de, antes, procurar consultar um especialista. Lembre-se que as receitas que levam produtos naturais também são eficientes no combate aos germes e bactérias que dia a dia são um problema em nossas vidas. 

Receita de desinfetante caseiro com cloreto de Benzalcônio  

  • Adicione 16 ml de cloreto de Benzalcônio em um recipiente apropriado.
  • Misture 8 ml de Renex 45.
  • Acrescente 6 ml da essência da sua preferência.
  • Agite até ficar bem misturado.
  • Coloque em um recipiente de armazenamento adequado, rotulado, guardado onde as crianças não têm acesso. E sempre evite garrafas PET se tiver crianças em casa.

Como você sabe se as superfícies da cozinha e do banheiro foram desinfetadas?

2. Os benefícios de fazer desinfetante caseiro

Agora que você já conferiu as receitas de desinfetante caseiro acima, você deve estar curioso(a) do porquê você deve testá-lo em sua casa, não é mesmo? Veja a seguir algumas vantagens de fazer desinfetante caseiro.

  • Custo-benefício: você provavelmente já possui muitos dos ingredientes usados para fazer desinfetante caseiro (como o vinagre branco e a água, por exemplo). Então por que não usá-los também para limpar a casa?
  • São mais naturais: os desinfetantes industrializados vêm com ingredientes químicos mais fortes. A versão caseira pode ser feita com ingredientes simples, que você já conhece e utilizou antes. E seus filhos e animais de estimação não vão ter qualquer problema com eles.
  • Praticidade: você pode fazer diversos tipos de desinfetante caseiro e testá-los para descobrir qual gosta mais. Além disso, você pode alternar diferentes essências e garantir uma casa sempre perfumada.
  • São potentes: conforme dito anteriormente, têm a mesma força que um desinfetante industrializado, com o benefício de ser ecologicamente muito confiável.

Use sempre luvas e, se puder, óculos de proteção quando for manusear produtos químicos ou fazer desinfetante, pois em contato com a pele podem causar irritações ou alergias.

3. Dicas de como usar o desinfetante caseiro  

Higienizar uma casa consiste em eliminar o máximo de bactérias, germes e vírus possível e essa é uma tarefa muito difícil já que esses micro organismos são invisíveis ao olho humano, o que os torna inimigos muito resistentes.

É aí que entram os desinfetantes, recurso fundamental na higiene doméstica, pois proporcionam a esterilização das superfícies e materiais físicos, eliminando os micro-organismos presentes.

  • A cozinha é uma das áreas mais afetadas devido ao recorrente contato com alimentos crus e produtos potencialmente contaminados ou estragados, o que aumenta sempre o risco de contaminação. Portanto, as áreas mais expostas como as maçanetas da geladeira e gavetas devem ser sempre muito bem higienizadas com o desinfetante caseiro de sua preferência. Sempre que preparar refeições, lembre-se de desinfetar a mesa, o balcão e também as tábuas de corte.
  • O banheiro também é um dos locais preferidos das bactérias. Por ser um ambiente muito úmido elas se propagam com grande velocidade e nesse caso a higienização deve ser completa, o que inclui chão, pia, vaso sanitário, box/banheira e descarga. Para o vaso sanitário você pode usar desinfetantes em gel, que duram mais tempo na superfície do vaso. Já para as outras áreas, você também pode utilizar um desinfetante em gel, porém ele precisa ser enxaguado. Confira o artigo Como desinfetar banheiro corretamente para mais dicas.

Com essas dicas você certamente está munido de informação suficiente para travar a guerra contra a sujeira. Uma casa limpa e saudável é uma conquista que representa muito na vida de qualquer família. Quem não gosta de uma casa limpinha e cheirosa?

Publicado originalmente