O que você deve limpar regularmente para ajudar a impedir a propagação de vírus

As melhores dicas para deixar sua casa livre de vírus

Atualizado

Álcool em gel em cima da pia do banheiro

Proteger você e sua família do coronavírus é hoje sua prioridade número um, não é mesmo? Compartilhamos aqui as melhores dicas de limpeza para ajudar você a identificar o que precisa ser higienizado regularmente para vencermos juntos essa batalha.

Como podemos parar a propagação de vírus?

A boa notícia é que sprays desinfetantes ou lenços umedecidos de limpeza podem matar a maior parte dos germes evitando a propagação de vírus. É a melhor prevenção contra o COVID-19. Como o coronavírus pode ser transmitido por uma pessoa infectada tossindo ou espirrando, ou mesmo pelo contato dessa pessoa com superfícies compartilhadas, como corrimão de escadas, bancos ou pontos de ônibus, metrôs, trens urbanos, entre outras coisas que compartilhamos, precisamos ter em mente as coisas que tocamos em nosso dia a dia. Algumas dicas são fundamentais:

  • Tente evitar coçar os olhos, o nariz ou levar a mão à boca;
  • Sempre que possível, limpe as superfícies antes de usá-las;
  • Leve consigo lenços umedecidos e use-os em maçanetas, corrimão, alças de segurança e encostos de ônibus, trens metropolitanos e portas de carros;
  • Em lugares cheios de gente, use luvas de proteção, lenços ou guardanapos de papel que podem ser descartados;
  • Lave suas mãos regularmente depois de manipular algo ou tocar superfícies.

As melhores dicas para prevenção :

  • Lave suas mãos. Esta é provavelmente a mais importante maneira de impedir a propagação de vírus e o melhor conselho para proteger você mesmo.
  • Limpe bem as superfícies compartilhadas usando desinfetante multiuso ou desinfetante à base de água sanitária;
  • Limpe o seu celular regularmente usando lenços desinfetantes ou borrifando desinfetante e limpando com um pano seco;
  • Lave toalhas e roupas que você usa para trabalhar sempre em água quente.

Quais os itens que devo limpar regularmente?

Ainda não temos certeza por quanto tempo o coronavírus sobrevive em superfícies duras, não porosas, como plástico e aço inoxidável. Segundo a OMS - Organização Mundial da Saúde, ele provavelmente se comporta como outros vírus semelhantes, vivendo por algumas horas ou vários dias.

É importante nos lembrar quais as superfícies e os itens que mais entramos em contato para redobrarmos os nossos cuidados. Só assim podemos fazer a diferença no combate à propagação de vírus:

  1. Celular, carteira, chaves. Estes são os itens que manipulamos todos os dias, especialmente o celular, que colocamos em contato com o nosso rosto (o Ministério da Saúde preparou etiquetas de saúde que podem ajudar);
  2. Maçanetas, corrimão e botões estão em toda parte: em portões, armários, transportes públicos, elevadores, faixas de pedestres, escadas, escadas rolantes (quando tocar em uma dessas superfícies certifique-se de lavar as mãos da maneira correta);
  3. Superfícies de trabalho e bancadas. Você encontra boas dicas aqui;
  4. Roupas de trabalho. Uniforme escolar, uniforme de trabalho, roupas que usamos para sair e fazer compras, irmos ao shopping ou ao centro da cidade: tudo que potencialmente entra em maior contato com outras pessoas apresenta maior risco para sua saúde e para a saúde da sua família.
  5. Toalhas de mão são usadas regularmente por diferentes mãos e pessoas. Isso significa que elas são a casa perfeita para qualquer família de bactérias ou vírus. Aqui aprendemos como lavar roupas e toalhas para que fiquem devidamente higienizadas;
  6. Tênis ou sapatos que andamos na rua. Outra excelente dica é tirar os sapatos sempre que chegar da rua. Se você adquirir o hábito de andar dentro de sua casa sempre com o mesmo par de chinelos, tênis confortáveis ou sapatos que nunca foram usados fora de casa, sua casa vai ficar livre da sujeira que você tem contato ao pisar na rua. Essa é uma das formas mais eficazes de como acabar com o vírus.

A informação nesse artigo é precisa no momento da sua publicação. Entretanto, como a situação em torno do COVID-19 continua evoluindo, é possível que alguma orientação tenha sido alterada desde o momento da publicação. Enquanto Cleanipedia está tratando de manter nosso conteúdo o mais atualizado possível, nós recomendamos aos leitores a se manterem informados nas notícias e recomendações através do site do Ministério da Saúde e da OMS.

Publicado originalmente