Dicas para ter uma casa sustentável

Entenda o que é uma casa sustentável e quais mudanças você pode fazer para causar menos impacto no meio ambiente

Atualizado

casa azul com uma janela grande e branca e com teto solar 

Neste artigo, você vai ver:

  • O que é uma casa sustentável 
  • O que uma casa sustentável precisa ter  
  • Como tornar a sua casa mais sustentável 
  • Como fazer um telhado verde  
  • Ideias sustentáveis e baratas para deixar a casa mais ecológica  
  • Atitudes sustentáveis

A sustentabilidade é uma das principais pautas do nosso tempo. Com os recursos naturais cada vez mais escassos, as autoridades de vários países do mundo estudam soluções para preservar o meio ambiente.

Nesse contexto, a casa sustentável surgiu, na arquitetura e engenharia, como uma boa alternativa para viver bem causando menos impacto na natureza.   

O que é uma casa sustentável?  

Antes de entender o que é uma casa sustentável, é preciso ter em mente que toda casa - por mais simples que ela seja - precisa de um projeto de engenharia.

Ou seja, antes ser construída, é preciso que um engenheiro faça o desenho da casa, definindo onde será cada cômodo, como será o encanamento, onde ficará cada torneira, cada tomada e por aí vai.   

Na casa sustentável é a mesma coisa. A diferença é que na hora de fazer esse desenho, ou seja, a planta, os engenheiros e os arquitetos - especializados em fazer casas sustentáveis - pensam como aquela casa pode impactar menos o meio ambiente.   

E tudo impacta o meio ambiente. Porém, o que os especialistas em casa sustentável fazem é estudar formas de reduzir esses danos. 

Como saber se a casa é sustentável? 

Bom, como já explicamos, casa sustentável é aquela que causa menos impacto no meio ambiente, certo? E como a gente sabe que ela está causando menos danos mesmo? Por meio de instituições especializadas que avaliam aquela construção. 

O que uma casa sustentável tem que ter - ou não ter?

Alguns fatores definem uma casa sustentável. São eles:  

  • Plantas e árvores - sim, as plantinhas não são apenas decorativas! 
  • Um sistema de água que evite o desperdício e que facilite o reuso desse recurso natural
  • Captação de água da chuva 
  • Sistema de aquecimento solar  
  • Uma arquitetura que estimule a luz natural, como uma casa com janelas amplas  Madeiras legais. ou seja, que sejam certificadas!  
  • Itens de construção sustentáveis 

É possível construir uma casa sustentável?  

Sim, com certeza. Mas construir uma casa sustentável do zero é um projeto que precisa ser feito por especialistas, porque deve levar em conta o terreno, a localização, temperatura da cidade, a quantidade de moradores da casa, o número de eletrodomésticos e eletrônicos e etc.  

Veja como tornar uma casa sustentável 

Construir uma casa sustentável é um projeto que requer um investimento considerável. No entanto, dá para fazer pequenas mudanças em sua casa a fim de torná-la mais ecológica. Veja algumas ideias: 

  • Faça um telhado verde 

De uma forma geral, as lajes das casas são de concreto e esquentam muito a residência no verão por causa da incidência do sol. A solução é deixar a laje mais verde. Dessa forma, a casa ficará menos quente porque um telhado verde absorve o calor e torna-se um excelente isolante térmico.  

  1. O primeiro passo é garantir que a laje tenha uma pequena inclinação para facilitar o escoamento de água.  
  2. O passo seguinte é fazer uma impermeabilização, que nada mais é do que colocar uma manta asfáltica para garantir que não haja infiltração de água. 
  3. Depois, deve-se colocar argila expandida fazendo uma camada bem uniforme. A argila expandida é porosa e tem a função de absorver boa parte da água que as plantas recebem com a rega ou com a chuva. 
  4.  Por cima da argila, deve-se colocar uma manta de drenagem, que é uma superfície muito usada em telhado verde. E, depois da manta, coloca-se a terra adubada e a grama. 
  • Use materiais sustentáveis  Outra ideia para deixar a casa sustentável sem gastar muito é apostar em materiais sustentáveis. Uma sugestão é colocar piso de bambu, que é mais resistente que o carpete de madeira e não agride tanto a natureza. 
  • Energia solar  A forma de gerar energia também é muito importante na hora de pensar uma casa com menos impacto no meio ambiente. Muitos arquitetos e construtoras já estão fazendo casa com teto solar. Essa tecnologia faz a luz do sol gerar energia para acender lâmpadas e até ligar chuveiro. 
  • Lâmpadas que geram menor impacto  Como ter um teto solar requer um investimento maior, uma alternativa sustentável é instalar lâmpadas de LED, que são recicláveis, diminuem o consumo de energia, possuem vida útil mais longa e não contam com materiais pesados como mercúrio na sua composição. 
  • Máquina de lavar louça (você não leu errado)  Outra sugestão é usar máquina de lavar louça. O eletrodoméstico economiza cerca de 85% de água em comparação a lavagem manual. Para isso, sempre que possível, use o ciclo de lavagem econômico do seu equipamento. 
  • Planejar o espaço do ar condicionado  Uma dica para evitar o uso do ar condicionado em casa é analisar as correntes de ar do ambiente e pensar a decoração de uma forma que não obstrua a passagem de ar. Além disso, é fundamental manter o ambiente arejado. 
  • Tenha mais plantas  Se você não puder fazer um telhado verde, dá para investir em plantas em casa. Além de decorar, elas deixam a temperatura mais amena.  
  • Tenha atitudes sustentáveis em casa!  Se neste momento da sua vida, é complicado para você fazer qualquer alteração estrutural na casa, saiba que algumas atitudes comportamentais ajudam - e muito - e reduzir os impactos no meio ambiente. 
  • Em vez de ligar a máquina de lavar roupas várias vezes durante a semana, aguarde juntar bastante roupa para lavar tudo de uma vez - e assim economizar água.  
  • Outra dica é investir em produtos concentrados, como OMO Refil Concentrado para Diluir e Comfort Concentrado, que levam menos água em sua produção. Além disso, a embalagem compacta leva menos matéria-prima em sua fabricação, gera menos resíduos e reduz a emissão de CO2 durante o transporte. 

Publicado originalmente