Por esta altura já deve ter ouvido falar sobre o Coronavírus. A Organização Mundial de Saúde (OMS) explica-o como uma nova estirpe de um vírus, ou tipos de vírus, da mesma família dos que causam doenças desde a constipação comum até às mais extremas como o Síndrome Respiratório Agudo Severo (mais conhecido como SARS) .

À medida que seguimos o desenvolvimento do vírus, percebemos que vale a pena ficar alerta quanto aos passos que poderá aplicar em casa para ajudar a P-R-OT-E-G-E-R a sua família.

Prevenção é crucial para conter os vírus, pois estes são difíceis de curar. Quando falamos de higiene caseira, é importante assegurar que tem à sua disposição um produto que elimine os germes, sendo  esta uma prioridade.   

Remover germes das superfícies mais comuns ao toque em sua casa utilizando um agente que seja altamente eficaz, como o hipoclorito (lixivia), é a ação recomendada pelo Centro Europeu para o Controlo de Doenças. Isto inclui torneiras, sanitas, mesas, bancadas de cozinha, maçanetas de portas, pisos, telemóveis, ratos de computador e teclados.

Observe a sua família em relação aos seguintes sintomas (mencionados pelo Centro Europeu para o Controlo de Doenças): nariz a pingar, dores de cabeça, tosse, garganta inflamada, febre ou um sentimento generalizado de mau estar. Não hesite em procurar conselho médico se algum membro da sua família apresentar algum destes sintomas.

Tome precauções no seu dia-a-dia fora de casa, como por exemplo ter consigo um gel de mãos anti-bacteriano, de preferência um que tenho um teor de álcool elevado (mínimo 69%). Assegure-se que a sua família limpa minuciosamente as mãos com o gel após entrarem em contacto com superfícies de toque regular, como maçanetas de portas, casas de banho públicas ou menus de restaurante.

Espirrar sem cobrir a boca é uma das formas mais eficazes de propagação. Num espirro, os germes podem ser espalhados por um área até 3 metros de distância, espalhando infeções indesejadas. Por isso tape a boca quado espirrar ou tossir e lave as mãos logo a seguir a fazê-lo.

Garanta que lavar as mãos com sabonete é uma prioridade na sua família. Antes e depois de usar a casa de banho, antes e depois de uma refeição e quando chegados a casa vindos do exterior. Lavar as mãos durante um minuto, no mínimo, é altamente eficiente. Se alguém em sua casa ficar efetivamente doente, evite partilhar toalhas de banho, de rosto, escovas de dentes, utensílios de cozinha, bem como lave a roupa separadamente a uma temperatura mais elevada (mínimo 60°) para evitar a propagação do vírus em casa.

Explique aos seus conhecidos os passo que eles podem seguir para proteger as respetivas casas e encoraje-os a aplicá-los – a prevenção da propagação de um vírus tem de ser um esforço em conjunto.

Reconhecer que as infeções virais são um perigo real para si e para a sua família é o primeiro passo para uma boa e eficaz prevenção.

Para informações atualizadas sobre o Coronavírus, Domestos recomenda consultar diretamente o site da OMS, organização que está a trabalhar globalmente para gerir e conter a propagação do vírus