5 misturas de limpeza caseira perigosas para a saúde que nunca deve fazer

Algumas misturas de produtos químicos domésticos comuns nunca devem ser feitas. Aqui encontrará o que precisa de saber.

Atualizada

prato com bicarbonato de sódio e colher

Sabia que existem algumas misturas caseiras para produtos de limpeza comuns que nunca se devem fazer? Estas receitas caseiras “milagrosas” que usamos no dia-a-dia parecem ser eficazes, económicas e interessantes, mas nem sempre são boa ideia pois tendem a ser misturas perigosas de limpezas para a nossa saúde. É importante lembrar que misturas erradas podem ser mortais a curto/longo prazo. Mas quem nunca teve a curiosidade e vontade de se armar em cientista das limpezas, que atire a primeira pedra. Tenha sempre em consideração os avisos quando procurar por receitas de limpeza DIY na internet, algumas soluções caseiras não valem a pena os riscos que trazem à sua saúde e às limpezas. Vamos mostrar as 5 combinações mais perigosas que deverá SEMPRE evitar! Não faça do seu doce lar um laboratório químico.

Mantenha sempre os seus produtos de limpeza fora do alcance de crianças e animais. Leia com atenção as normas de segurança de cada embalagem!

1. Lixívia + Vinagre = Gás Cloro

O cloro da lixívia reage com o ácido acético do vinagre. O resultado é o gás cloro, um composto muito potente que mesmo com curtos períodos de exposição, pode irritar as passagens de ar e os olhos. Em níveis mais elevados de exposição podem ocorrer dores no peito, inchaço e/ou bolhas na garganta, nos pulmões, nos olhos e na pele.

2. Lixívia + Amoníaco = Vapores de Cloramina

Os vapores de cloramina causam muitos problemas respiratórios, incluindo eventuais lesões pulmonares bastante graves. Cada um destes produtos de limpeza individuais já por si só é bastante forte, agora imagine a combinação de ambos e o impacto na sua saúde.

3. Vinagre + bicarbonato de sódio = Acetato de sódio

Apesar de parecer uma receita simples “Faça você mesmo”, é proibido combinar estes dois produtos, pois o vinagre faz com que o bicarbonato de sódio crie espuma e se for armazenado num recipiente fechado, a mistura pode explodir. Apesar do bicarbonato de sódio ser uma substância básica e o vinagre ser ácido, a mistura dos dois resulta em água e sal e posteriormente em acetato de sódio, perdendo várias propriedades de limpeza e tornando-se inútil.

4. Água oxigenada + Vinagre = Ácido Peracético

Segundo especialistas, pulverizar bancadas com camadas alternadas e separadas de água oxigenada e vinagre, é um método seguro, mas NUNCA misturando os dois produtos no mesmo recipiente. A combinação cria o ácido peracético, que é potencialmente tóxico, causando irritações da pele, olhos e sistema respiratório. Esta combinação pode causar uma explosão, caso seja feita num recipiente fechado. Por muito mais eficazes que pareçam estas combinações, nem sempre essa é a melhor solução. A tentação é grande depois de ver aqueles azulejos encardidos ou paredes com manchas de bolor! Porque não usar antes um produto específico já previamente testado no mercado, amigo do ambiente e, acima de tudo, da sua saúde? Por exemplo, o Cif Spray Perfect Finish Anticalcário foi desenvolvido cientificamente para remover 100% das manchas difíceis de calcário em banheiras, lavatórios, torneiras e azulejos, garantindo-lhe anos de vida e uma limpeza 100% eficaz.

5. Produtos de limpeza de marcas diferentes

Para cada produto existe uma fórmula trabalhada por especialistas para serem usados separadamente. Os produtos já existentes no mercado trazem a grande vantagem de se encontrarem previamente testados em termos de performance, compatibilidade e estabilidade. Quando misturados, além de provocarem resultados inesperados à sua saúde e limpezas, podem causar graves acidentes. Quando produtos diferentes são misturados, existem grandes hipóteses de se criar uma reacção química perigosa e não uma mistura forte e melhor.

originalmente publicado