Unilever logo

Plantas ornamentais para jardim: está na hora de transformar sua casa num paraíso

Quer decorar seu quintal com plantas ornamentais para jardim? Veja nossas sugestões de espécies e dicas de cultivo.

Atualizado

Por Equipe Cleanipedia

Publicidade
Cadeira marrom e almofada amarela em quintal cheio de plantas

As plantas ornamentais para jardim merecem destaque quando o assunto é transformar seu ambiente de descanso e lazer. O paisagismo (ou a arquitetura paisagista) quando feita por profissionais da área leva em conta a criação de microambientes adequados às características locais e aos desejos dos proprietários. É um trabalho técnico que envolve sensibilidade, conhecimento e arte.

No entanto, desde os tempos antigos, quando ainda não havia essa profissão, pessoas com alguma sensibilidade já exerciam essa função. O que você precisa ter é alguma noção estética e, sobretudo, ser uma pessoa cuidadosa. Quem nunca ouviu falar que “planta precisa de amor”?

Aqui no Cleanipedia você encontra as melhores dicas para começar o seu jardim, seja numa varanda, dentro de casa, num quintal ou em uma parede de casa. Seja com plantas ornamentais ou com hortaliças que vão fazer da sua casa um lugar perfeito para receber familiares e amigos. Vamos começar?

Como começar

1. Escolha a área onde vai ser o seu jardim. Pode ser no quintal, na varanda, em um alpendre. Na área externa, em um terraço, ou mesmo dentro de casa. Não importa. Defina a área de convivência de sua casa que você quer transformar em um paraíso pessoal e vamos em frente!

2. Descubra as características do local escolhido. Depois do local escolhido, observe bem as características desse local: se pega sol direto ou tem muita luminosidade, se é uma área sombreada, se recebe muito vento ou ainda chuva direta. É preciso ficar atento aos detalhes e se essas características variam conforme as estações do ano. É de posse desses detalhes que vamos escolher as plantas que vão morar neste local.

3. Adapte a escolha das plantas às características que o local possui. Há quantidade de luz suficiente, sol direto, sombra, água de chuva em abundância, muito vento? Depois de descobrir as características do local, verifique quais as plantas ornamentais são mais adequadas a essas características para comprá-las e distribuir segundo seu padrão estético.

4. Busque variedade. Cuidar de um jardim é uma atividade muito prazerosa, mas pode gerar muitas dúvidas. Mesmo conhecendo as características da planta e verificando que ela se adapta ao local, são muitas as opções. Por isso, não se esqueça de alguns pontos que vão fazer a diferença: volume, textura, coloração e forma. Basicamente essas quatro características vão ajudar você a estabelecer um equilíbrio visual no seu jardim.

Busque variedade e fique atento a detalhes. Por exemplo: se tem muitas folhagens verdes de vários tipos e tonalidades semelhantes, coloque no meio flores ornamentais de cores vivas e chamativas para que elas se sobressaiam no conjunto.

5. Facilite a sua vida. Afinal, com uma diversidade tão vasta de plantas, você pode escolher quais são as espécies mais adequadas para a região onde mora, as que se adequam às características do local que escolheu, quais plantas dão flores durante todo ano e vão dar menos trabalho. Busque pensar também na periodicidade de rega e de adubação.

Há plantas que não precisam de tantos cuidados especiais. Isso facilita a sua vida e mantém o jardim sempre bonito. É bom lembrar que cuidar do jardim é o principal. E você pode fazer isso como um exercício de meditação ou uma terapia natural.

Quando você cuida diariamente tem mais chance de que ele permaneça do jeito que você planejou. Água, luz, poda, limpeza e carinho na medida certa são itens essenciais para a manutenção do seu jardim.

Quais as plantas mais usadas em jardins?

  • Quintal, varanda e terraço normalmente têm sol, chuva ou falta de água (dependendo da época do ano e da região onde mora). Nesses casos as plantas resistentes ganham preferência. Cactos são uma boa opção por sua resistência ao sol.

  • Em vasos, dentro de casa, prefira colocá-los em um ambiente com muita luminosidade. Isso aumenta a quantidade de plantas disponíveis para sua escolha.

  • Suculentas, por exemplo, são responsáveis por detalhes incríveis, ainda mais se conjugadas com pedras, buscando realçar detalhes. Podem ser conjugadas com cactos porque precisam de pouca água e portanto, têm fácil manutenção. Com sua infinidade de formatos geométricos, tons interessantes e texturas diferenciadas se tornam ótimas opções para criar volume e sensação de detalhes únicos nos projetos paisagísticos.

Dica - Quando pensar em sol e luz, pense em coisas distintas. Um ambiente pode ter muita luz, muita luminosidade, mas não receber sol direto. Existem plantas que se adaptam melhor à luz do que ao sol direto. Atenção!

Quais plantas podem ser cultivadas na sombra?

  • Saiba que há muitas folhagens decorativas que podem ser utilizadas em cima de mesas de centro, em estantes, prateleiras e aparadores. Lírio, Begônias, Espada de São Jorge e Cheflera são bons exemplos.

  • Para se ter uma ideia, a Espada de São Jorge pode ser regada uma vez por semana e vive na sombra ou com iluminação indireta. Outra planta ornamental muito bonita, pois produz uma ramagem que pende como um cabelo é a Pata-de-elefante. Ela também pode ser cultivada na sombra, apesar da espécie se adaptar bem ao sol e à luminosidade.

  • A Zamioculca tem folhagens bem brilhantes e isso traz um aspecto diferenciado à planta. Quando conjugada com outras folhagens verdes produzem um efeito muito interessante, porque sua forma e brilho são bem características.

Quais são as melhores flores para jardim externo?

  • Não tem segredo: as flores ornamentais se adaptam bem na parte externa e na interna: Azaleia, Antúrio, Bromélia, Jasmim, Ipê, Gérbera, Cravina, Camélia são lindas e podem muito bem estar num jardim externo levando cor e vida ao seu paisagismo.

  • O Ficus também pode ser cultivado na área externa. Ele fica extremamente exuberante. Já dentro de casa, quando plantado em um vaso, se torna uma planta moldável e ornamental fácil de ornar.

  • A Giesta precisa de poucos cuidados e por isso, fácil de cuidar.

  • Quem gosta de arbustos floridos pode apostar nas Quaresmeiras que tem presença marcante.

  • A Agave gosta muito de sol e se desenvolve bem quando colocada em um jardim externo. Lindas coroas arredondadas se diferenciam bem de cactos, suculentas, arbustos, bambus e folhagens, por isso são ótimas para gerar formas marcantes e diferenciadas em todo jardim.

  • A Lavanda, além de ser linda deixa um aroma sensacional no ambiente escolhido. Mas atenção: na hora de plantar, ela gosta de solos arenosos.

O que plantar na beira do muro?

  • Bouganvillea, gênero geralmente designadas como Buganvílias é uma boa dica para beira do muro. Quando bem cuidada se torna majestosa!

  • Rosas trepadeiras são coloridas e uma diferenciada opção.

  • Para cercas vivas aposte nas Clúsias.

  • A Hera é também muito utilizada para muros e divisas de terrenos com cercas e são fáceis de cuidar. Se o muro não toma sol em algumas partes isso não prejudica, já que a planta é bem resistente e se adapta com facilidade. A Hera serve para tomar todo o muro acompanhando a estrutura.

  • O Sapatinho-de-judia é uma planta ornamental de sol e assim como o maracujá pode ser plantado em pergolados. O maracujá, além de ser uma fruta deliciosa tem uma flor incrível. Tanto que serve como um planta ornamental. Já a parreira também é uma planta linda para pergolados, muros ou cercas. Seus cachos de uma dão um charme especial em todo jardim, seja ele de casa, sítio ou fazenda.

Mais sugestões de plantas ornamentais coringas para seu jardim

Lírio

Fácil de encontrar. Há vários tipos e cores e podem ser cultivados em vasos e canteiros. Não precisam de muita rega (duas vezes por semana no calor e uma vez por semana na época do frio) e gosta de um lugar do jardim que tenha sombra.

Samambaias

Todo brasileiro conhece. As casas das avós ou das mães certamente já tiveram uma planta ornamental como essa. As Samambaias de metro são mais interessantes para as áreas externas. Suas folhas podem chegar a dois metros de comprimento. As Samambaias não gostam de luz direta. É bom colocá-las em um lugar com meia sombra, mas com bastante luminosidade.

Peperômia

A Peperômia é outra muito utilizada porque tem folhagem arredondada e diversas cores: roxas, rosa e verde, verde e branco, verde escura e por aí vai. Alguns tipos ficam muito bem em jardins verticais, outros se adaptam melhor em vasos. A Peperômia Scandens, por exemplo, tem um caimento bem bonito e não precisa de tanta rega (uma vez por semana basta).

Dracena Tricolor

Quem tem bastante espaço no jardim, pode plantar Dracena Tricolor. A planta ornamental tem folhas longas e em tons de rosa e verde. A planta tem crescimento lento, mas pode passar dos 5 metros de altura. É uma espécie que gosta de sol, não tolera muita ventania e a rega deve ser feita uma vez por semana.

Importante: tome cuidado com plantas venenosas se você tiver crianças e animais domésticos. Elas podem representar um perigo.

Se depois de ler nosso artigo quiser tirar alguma dúvida, não deixe de consultar uma seleção de 25 dicas para você conferir se está no caminho certo.

Você verá que, no final das contas, sensibilidade se desenvolve. E você é capaz de produzir um paisagismo lindo que combine com você e sua família, sem dar muito trabalho. Um ambiente planejado, produzido, cuidado com carinho por você e bem decorado tem muito mais chance de se tornar seu paraíso particular. Quando bem cuidadas, as plantas ornamentais sabem retribuir, tenha certeza.

Publicado originalmente