Unilever logo
Logotipo de Cleanipedia

Forma caseira de como fazer areia para gato

Conheça opções de como fazer areia para gato e tornar o dia a dia do seu gatinho mais saudável.

Atualizado

Escrito por Mariana Marques

Como fazer areia para gato
Destaque
CTA Cafuné Granulado Higiênico

Para quem pensa em adotar um animal, as primeiras preocupações são: o que ele irá comer e onde fará suas necessidades. Então vamos te dar algumas dicas sobre esse assunto. Como fazer areia para gato, como escolher uma boa areia e qual a melhor opção de caixa para o seu gatinho. Vamos às dicas?

Escolha da areia

A escolha da areia é uma das mais importantes, porque ela deve ser uma areia de boa qualidade. Nesse caso, indicamos Granulados Sanitários Cafuné, pois neutraliza o cheiro deixado pela urina, não machuca as almofadinhas das patas dos seus gatos, deixa os torrões firmes facilitando a remoção das sujeiras e também na manutenção da limpeza da areia, pois evita a necessidade de trocas da areia inteira.

Como fazer areia para gato

Uma alternativa é produzir sua própria areia para gato, caso você prefira a opção de produtos naturais e mais acessíveis. E para fazer a areia você vai usar farinhas, tradicionais de consumo na culinária, para forrar a areia do seu gato. Portanto, se você prefere essa opção, por ser natural ou por ser mais em conta do que as areias prontas vendidas no mercado, veja como fazer:

  1. Compre um quilo de farinha de milho e um quilo de farinha de fubá;

  2. Misture as duas farinhas em uma caixa apropriada;

  3. Despeje a mistura na caixa do gato. 

É bem simples preparar essa areia, no entanto, alguns outros detalhes são importantes para seu gatinho. Continue a leitura e veja. 

Escolha da caixa

Enquete

Por causa da pandemia, muitas pessoas mudaram seus hábitos de limpeza. Em relação aos alimentos, você higieniza frutas e legumes antes do consumo?

0 votos

É também algo muito importante, porque você deve levar em consideração o conforto do gato, não adianta comprar caixa de areia que seja muito bonita ou muito barata no qual o gato vai ficar desconfortável, é igual para nós, gostamos de conforto ao utilizar o vaso sanitário. Por isso é importante que você utilize uma caixa que seja do tamanho do gato mais meio, ou seja, um gato e meio de tamanho, no mínimo, para que ele possa ficar confortável. Assim como a areia, existem opções não convencionais e mais baratas, como é o caso de caixas plásticas usadas em construções civis, você pode adquirir em lojas de materiais de construção, costumam ter tamanhos ótimos e variados, com um valor muito mais acessível.

Escolha do local

Ao decidir o local que vai colocar a caixinha de areia do seu gato, lembre-se de colocar longe da comida e água dele, afinal ninguém gosta de comer perto do local que faz suas necessidades. Não deixe também próximo de onde seu gato gosta de dormir, pelo mesmo motivo da comida. Outra coisa para se levar em consideração é deixar em um local mais reservado e não muito movimentado, para que o gato fique mais à vontade e não se sinta acuado.

Dúvidas frequentes sobre como fazer areia para gato

Tem como fazer areia para gato caseira?

A escolha da areia para o gato é muito importante, por isso escolha opções de boa qualidade, para evitar problemas no trato urinário, que não machuque as patinhas e que seja confortável para o gato. Uma opção que tem sido cada vez mais frequente é a areia caseira, para isso basta você misturar dois tipos de farinhas usadas para fim culinário, como fubá e farinha de milho.

Como fazer areia para gato?

Para fazer uma areia caseira para o seu gatinho basta misturar duas ou mais opções de farinhas usadas para fins culinários, que são biodegradáveis e que são confortáveis para as patas do gato, como a farinha de milho e o fubá. Formam torrões bem firmes e facilitam a limpeza, além de serem ótimas para o meio ambiente.

Qual a diferença nos tipos de areia para gato?

O que difere uma areia para a outra são duas coisas principais: o tamanho do grão e o material do grão.Existem grãos naturais, como os feitos de farinhas e madeiras, e os sintéticos. Você tem que sempre se atentar para escolher uma opção que seja saudável e confortável para seu felino. Que não gere desconforto, resultando em machucados nas patas e nem problemas no trato urinário do bichano.

Publicado originalmente