Skip to content
Janela branca aberta com vista para o jardim florido
Dentro de Casa

Mitos e verdades sobre como acabar com mosquitos

Muitos produtos dizem que espantam mosquitos. Mas será que eles funcionam? Saiba como acabar com os mosquitos: leia para ver o que é mito e o que é verdade.

Muitos produtos anunciam que podem se livrar de mosquitos, mas quais deles realmente funcionam? Neste artigo, vamos falar sobre como acabar com os mosquitos e os métodos mais populares para espantá-los, incluindo produtos eletrônicos e óleos essenciais. Leia mais para saber o que é mito e o que é verdade na luta contra os insetos indesejados.

Como acabar com mosquitos de maneira natural

Muita gente prefere métodos caseiros para espantar mosquitos, mas será que eles funcionam mesmo?

  • Mito: Comer alho
    Alho pode até afastar vampiro, mas não tem eficácia comprovada contra os mosquitos. Por isso, não perca tempo (e pasta de dente).
  • Verdade: Velas aromáticas e óleos essenciais
    Velas e óleos essenciais, principalmente à base de citronela, realmente repelem os mosquitos, mas apenas em espaços pequenos. Use, por exemplo, para acabar com mosquitos no banheiro.
  • Mito: Espetar cravos em limão
    Embora muita gente jure que funciona, esse é outro método sem comprovação. Guarde seus limões para uma bela limonada e os cravos para o método abaixo.
  • Verdade: Cravo com álcool
    Faça uma mistura de cravo da Índia com álcool e deixe entre dois e três dias. Depois basta borrifar a área que você quiser proteger (não esqueça que os braços e as pernas são os alvos mais comuns dos mosquitos).

Repelente eletrônico para mosquitos: funciona?

A ideia é antiga, e o produto também. Desde os anos 40, existem repelentes eletrônicos de mosquitos que dizem poder acabar com mosquitos ao emitir uma certa frequência – ou seja, por ultrassom. No entanto, especialistas concordam que não há evidência ou estudos que decididamente comprovam a eficácia desses aparelhos.

Repelente eletrônico de mosquitos: tomada ou spray aerossol

Pouca gente sabe, mas o produto encontrado nos repelentes de tomada é o mesmo utilizado em sprays contra mosquitos. A diferença principal é que pelo método da tomada, o produto vai sendo liberado aos poucos. Lembre-se que produtos químicos não devem ser usados em quartos de crianças com menos de 3 anos de idade.

Agora que você possui um pequeno guia sobre métodos que funcionam (e que não funcionam) no combate aos mosquitos e perigos de contaminação, escolha o seu método favorito e aproveite um verão e temporada de chuvas sem picadas.

Cleanipedia recomenda:

Com o verão – e as chuvas – chegando, todo cuidado é pouco com a água parada, que atrai e facilita a proliferação do Aedes Aegypti. Remova os recipientes propícios para a criação das larvas do mosquito da dengue, tais como pratinhos de plantas, latas, embalagens, e outros. Caso isso não seja possível, limpe-os a cada dois dias com uma solução de VIM Cloro Gel (uma tampinha para cada litro de água) e uma bucha. Finalize aplicando uma camada extra protetora de Vim.

Dicas importantes:

  • Lembre-se que os mosquitos não são apenas inconvenientes – eles muitas vezes representam um problema de saúde pública, como nos casos da dengue, zika e chikungunya. Inspecione e limpe áreas abertas como o jardim com frequência.