As crianças gostam de ouvir uma historinha infantil antes de dormir, deitadas na cama elas aproveitam um momento de bem-estar junto com os seus queridos pais. Existem muitos livros infantis que você pode buscar para embalar o sono do seu filho, desde uma literatura infantil clássica – como as histórias da Chapeuzinho Vermelho e dos Três Porquinhos – até histórias infantis mais contemporâneas que abordam situações mais presentes no nosso cotidiano.

Pensando nesse momento tão importante para a relação entre pais e filhos, escolhemos uma historinha para a hora de dormir. Esta é uma história sobre uma passarinha que, assim como muitas crianças, teve que se mudar. Esperamos que você e o seu filho gostem da história, boa leitura!

História infantil: A andorinha aventureira

Júlia era uma andorinha que adorava voar por aí, pular de galho em galho e cantar cedinho ao raiar do dia. Estava sempre feliz em acordar cedinho e ver papai e mamãe andorinha preparados para mais um dia de cantoria. Mas não eram só eles que ela gostava de ver, Júlia era uma exploradora, e assim ia visitar os pássaros da vizinhança!

“Bom dia Seu Pintassilgo! Como vai o senhor?” dizia Júlia sorridente. “Olá Rouxinol!", "Que lindo seu canto, Bem-te-vi!”. E assim passava o dia a conversar e cantarolar com os outros pássaros. “Júlia, a andorinha aventureira” era o que se ouvia os pássaros comentarem entre galhos e ramos.

Entre um piu-piu e outro, Júlia acabou por conquistar toda a vizinhança, todos gostavam dela e sempre faziam festa quando a viam. Assim passou-se a primavera, a brincar e pular, o verão não foi muito diferente, Júlia batia as asas de um lado pro outro.

Quando o outono chegou, mamãe anunciou: “Júlia, minha filha, quando o frio estiver para chegar, vamos migrar. Nós e todas as andorinhas vamos voar juntas, por muito tempo e vamos morar em um ninho novo, em um lugar mais quente. Vai ser a sua primeira migração, você está feliz?”.

Mas Júlia não estava feliz, muito pelo contrário! Estava assustada e angustiada. Ela iria deixar seu ninho, suas árvores, e o pior, toda a passarada da vizinhança! E agora? O que ela iria fazer?

Ela sentia muito medo e sabia que não queria migrar. Mas por mais que tentasse, Júlia não conseguia convencer sua mamãe de que eles deveriam ficar. “Júlia a andorinha aventureira está com medo?” - dizia sua mamãe - “Ora, não tem porque não querer migrar, nós vamos todos juntos para um ninho novo, em um lugar melhor, longe do frio, e você vai fazer muitos amigos!”. Júlia se despediu de todos os pássaros, dizendo que tinha que migrar com sua família, mas que ia sentir muitas saudades deles.

O sábio Rouxinol disse à Júlia: “Não precisa ficar triste, nossa querida andorinha! O inverno passa rápido, e antes do próximo verão você estará de volta!”. Júlia ficou de bico calado, pensando se o sábio Rouxinol estaria mesmo certo.

E antes do primeiro vento-sul atingir o arvoredo, a comitiva de andorinhas bateu asas rumo ao norte, e com eles a pequena Júlia, esforçando-se para mostrar às outras andorinhas como ela conseguia voar bem e por tanto tempo.

Quando o grupo decidiu pousar, Júlia ficou acanhada, tentando se familiarizar com a nova árvore onde viveriam. Aos poucos, ela decidiu explorar o galho, logo ela já queria explorar mais um galho, passeava observando tudo calada, quando de trás de uma folhagem surgiu um Uirapuru que cantou lindamente para ela e disse: “Olá, olá! Que beleza receber as andorinhas de volta! Seja bem vinda, eu sou o Chico, e você?” “Júlia. Você conhece as andorinhas?” “Ah, sim. Elas vem pra cá todo ano.”De repente eles foram interrompidos por um Tuim que fugia de uma Patativa.“Olá!” - disse o Tuim - “Vocês querem brincar? Nós estamos brincando de voa-esconde”.

E assim Júlia voltou a ser a andorinha aventureira que sempre foi, brincando com as outras aves da floresta, ela fez amigos para toda a vida. E sempre que migrava para o sul para passar o verão, Júlia reencontrava seus antigos vizinhos e assim matava a saudade!”

E aí, gostou da história da andorinha Júlia?

Então compartilhe em sua casa ou nas redes sociais, clicando nos botões abaixo.